15/52: LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA

sexta-feira, agosto 05, 2016

Dessa vez não vou fazer uma lista. Acho que o tema da semana cabe melhor em um pequeno texto. Minha infância foi um pouco diferente da infância da maioria das pessoas que eu conheço, visto que nasci filha de um pastor da igreja Assembléia de Deus em 1988. Lembro de passar grande parte da minha vida ocupada com atividades da igreja e ouvindo que qualquer movimento em falso poderia me levar direto ao inferno. Meus pais sempre foram meus maiores exemplos de pessoas e não os culpo por terem me privado de muita coisa, aliás, acho que em parte foi muito bom para me tornar quem sou hoje.

Por outro lado, não pude aproveitar muitas, mas muitas coisas que uma criança poderia aproveitar. Infância aqui vou incluir até uns 13, 14 anos, ok? Eu sempre pude brincar ao ar livre e aproveitei bastante cada areia em frente de casa e cada boneca que tive, mas quando o assunto era TV, a coisa complicava. Vários desenhos e filmes eram considerados absurdamente pecaminosos, por isso só fui assistir Harry Potter aos 18 anos. Senhor dos Anéis? Meu Deus! Novelas, Casseta e Planeta, Sai de Baixo, Mamonas Assassinas... cruz credo!

Lembro muito bem de uma vez em que achei uma  base de unhas da minha irmã mais velha e por ser incolor, minha inocência me disse que ninguém iria reparar. ATÉ HOJE OUÇO MINHA MÃE BRIGANDO COMIGO. No geral, eu fui uma criança muito feliz e pude realmente ser criança, mas na maior parte do tempo, sinto como se eu tivesse sendo vista como uma pessoa adulta, então nem tudo foi tão legal.

Acredito que esse seja o maior motivo de hoje eu fazer tanta coisa considerada infantil. Me amarro em desenhos animados e penso que se Adventure Time tivesse sido lançada há mais tempo, nem TV em casa teríamos. O resultado de tantas proibições é uma pessoa que não curte baladas, só de pensar em bebida alcoólica já sente enjoo, que vai pintar o cabelo de azul em breve e que usa um esmalte diferente a cada semana. Não é revoltinha, acho que só um reflexo de algo que não aproveitei por muito tempo. Hoje tudo está bem mais tranquilo até mesmo para a nova geração de crianças aqui em casa. Meus pais perceberam que certas coisas não valem a pena e não vão te garantir uma vaga no inferno só por ouvir Os Travessos (ou vai? eu acho que vai. Na dúvida não ouça).

Na foto, minha sobrinha linda, que adorou a GoPro, por isso fez caras e bocas.



POSTAGENS RELACIONADAS

6 comentários

  1. Oi! Sua infância foi um pouco parecida com a minha. Para você ter ideia, meus pais assinaram TV a cabo só quando eu tinha uns 12/13 anos, por esse motivo vários desenhos que meus amigos comentavam que passavam na Cartoon, na Nickelodeon ou na Disney eu nem sei da existência deles. Hahahaha Mas aqui em casa o motivo era outro: meus pais achavam que criança tinha que brincar e não ficar na frente da televisão. O mais importante disso tudo é que eles fizeram o que acreditavam ser o certo e nos criaram sempre com muito amor, nossa função agora é dar muito orgulho para eles! <3
    Beijos,
    Amanda, Sempre às Quatro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus preferiam que eu brincasse tbm, mesmo que não fosse pelo mesmo motivo dos seus, mas eles sabem o que é melhor né? Eu os admiro muito e tudo o que eu mais quero é que eles realmente se sintam orgulhosos de mim<3

      Excluir
  2. Miga me abraça!
    Sua infancia foi IGUALZINHA a minha! Cresci na Assembleia de Deus também, só descobri Britney, Space Girls, Xuxa depois de 'velha' Disney? Nem pensar! Harry Potter eu li escondido depois das cobertas com uma lanterna... Pois é, eu super te entendo!

    Beijão,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SÉRIO?????
      GENTÊ, CHOCADANEY hahahah
      Então vc realmente me entende <3

      Excluir
  3. "Não é revoltinha, acho que só um reflexo de algo que não aproveitei por muito tempo." Eu super entendo isso, e acredito que muitas pessoas passem pela mesma coisa. Muita coisa que quis ter ou fazer na adolescência e não tive, algumas nem eram por proibições, mas sim por falta de condição mesmo, estou realizando agora, com quase 30.

    Sobre a foto: Vontade de apertar essas bochechas!!!!!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, muita coisa tbm eu não tive por falta de condições e hj sei que por mais modernos que estejam os tempos, sempre tem alguém sendo criado assim... pena mas os pais sempre sabem o melhor para os filhos. Ao menos é o que eu espero hahaha

      Excluir

Se você gostou (ou não), deixe um comentário me dizendo o que achou, assim poderemos trocar figurinhas sobre coisas das quais gostamos e vou saber o quê e onde melhorar.
Spam, não, pls!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...