segunda-feira, outubro 20, 2014

Vontades que vêm do nada!

Eu tinha uma conta no Orkut até o seu último dia no ar e fazia parte de uma comunidade que o nome era Vontades que vêm do nada e eu realmente me identificava com ela, porque desde que me lembro eu sinto essas vontades loucas de fazer alguma coisa do nada, a qualquer hora do dia ou da noite, o problema é que eu quase nunca faço o que esses ataques de loucura me pedem para fazer. 
Às vezes são coisas que fazem sentido, outras vezes não há sentido algum. Por exemplo: vontade comer doce, vontade de comer algo salgado, vontade de sair correndo, vontade de gritar, de fotografar, de ficar calada, de conversar até esgotar qualquer assunto, vontade de ver fotos bonitas e inspiradoras, vontade de escrever, de olhar para o nada, de estar em outro lugar, de ficar no meu quarto e não falar com ninguém.
Ultimamente, o que mais sinto vontade é de escrever e de fotografar, mas eis que um big problema aparece. Eu não consigo transformar em palavras o que eu estou sentindo e não tem nada por perto que eu possa ou queira fotografar. 
Com relação a querer escrever, o que acontece é que eu tenho mil coisas passando na minha cabeça e de certa forma, escrever me faz sentir um alívio temporário. Minha cabeça está cheia o tempo todo. A todo momento buscando sobre o que escrever e na maioria das vezes escrevo textos vazios. É uma vergonha para mim dizer que não consigo escrever, afinal, sou uma professora, eu preciso disso, sabe. E por outro lado eu acho que me cobro demais, penso demais e faço de menos. O tempo todo vem na minha mente ideias sobre o que escrever, mas no final acabo não fazendo nada.
Sobre a fotografia é a parte mais revoltante. Sim, comigo mesma. É uma paixão antiga, porém, assim como as diversas vontades que vêm do nada, eu sinto vontade de fotografar lugares que eu sei que dificilmente estarei lá um dia e sabe aqueles conselhos que todo mundo sempre te dá, tipo "aproveitar o que tem por perto"? Não funciona para mim, tenho a imprensão de que já fotografei tudo o que havia para fotografar e não tem mais nada e no final, continuo sentindo as mesmas vontades de sempre e não faço nada. Quando vou mudar isso?
Milca Abreu
Milca Abreu

Formada em Letras, apaixonada por leitura, fotografia, séries, gatos, Star Wars, Super-Heróis, Woody Allen e batons. Amo histórias de terror e suspense, músicas antigas e não dispenso uma boa passeada no shopping. Sou da Capital e ainda pretendo conhecer o mundo - ou parte dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou (ou não), deixe um comentário me dizendo o que achou, assim poderemos trocar figurinhas sobre coisas das quais gostamos e vou saber o quê e onde melhorar.
Spam, não, pls!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...